13
jun

No iPhone 3GS e 4, mapas do iOS 6 não terão 3D, nem GPS ponto a ponto

13 de junho de 2012

Parecia que a única decepção a respeito do iOS 6 iria ser o fato de ele não ser disponibilizado para o iPad original e para o iPod Touch de terceira geração, mas conforme os desenvolvedores testam o novo sistema, algumas novas limitações começaram a aparecer. Os modelos iPhone 4 e 3GS, por exemplo, não vão contar com algumas funções legais do novo serviço de mapas da Apple.

Os maiores atrativos do novo sistema de mapas da Apple – a vista aérea em terceira dimensão Flyover e a navegação ponto-a-ponto (estilo GPS) – só estarão presentes nos dispositivos com processadores A5 ou A5X. Ou seja: somente o iPhone 4S, o iPad 2 e o novo iPad receberão as novidades.

A Apple não divulgou o porquê da exclusão dos seus outros modelos de iPhone, lançados respectivamente em 2010 (3GS) e em 2011 (4), mas, pelo que foi percebido, a questão deve ser realmente a capacidade do hardware.

Os dois modelos também deixarão de receber a integração de seus números de telefone com o app Facetime, que permite que você atenda ligações telefônicas de qualquer aparelho iOS sincronizado com o programa, como um iPad ou um Mac.

Exclusivamente no iPhone 3GS, ainda, haverá mais restrições: ausência do serviço de compartilhamento de fotos Photo Streams, e da opção de leitura offline das páginas do Safari.

Fonte:The Verge

por:
Compartilhar no Facebook
Twittar
Enviar por e-mail
0
13
abr

Vaga para estágio desenvolvedor em wordpress

13 de abril de 2012

Programação em wordpress

Marco7 Comunicação Interativa / Programação

Descrição

Contrato estagiário para atuar na área de programação, que tenha conhecimento de wordpress.

Como se candidatar

Envie e-mail para contato@marco7.com.br

Informações para contato

Telefone:
61-30347215

E-mail:
contato@marco7.com.br

Site:
www.marco7.com.br

 

por:
Compartilhar no Facebook
Twittar
Enviar por e-mail
0
07
out

Redes sociais devem movimentar US$ 5,54bi com anúncios em 2011 no mundo

07 de outubro de 2011

O mercado de publicidade em redes sociais deve movimentar 5,54 bilhões de dólares este ano em todo o mundo, segundo uma nova estimativa da eMarketer. Os Estados Unidos devem representar quase metade do total, com 2,74 bilhões de dólares provenientes deste mercado.

Apesar da receita está crescendo sustentavelmente na casa de dois dígitos nos Estados Unidos, a eMarketer prevê que os gastos com publicidade em redes sociais nos mercados internacionais devem aumentar a diferença ao longo dos anos. Por exemplo, em 2013, as receitas com estes anúncios devem representar 51,9% do total, chegando a quase 10 bilhões de dólares em todo o mundo. Nos EUA, as redes sociais arrecadarão 4,81 bilhões de dólares com publicidade naquele ano.

A eMarketer também prevê, sem surpresas, que a maior parte dos investimentos tem como destino o Facebook, enquanto uma parcela inferior deve escolher o Twitter e outras redes sociais. Outra previsão da eMarketer estima que o LinkedIn deve concentrar aproximadamente 3% das receitas publicitárias este ano em todo o mundo, faturando cerca de 140,8 milhões dólares. O site mais que triplicou suas receitas com anúncios em um período de dois anos, apesar de seu crescimento ser pequeno.

O estudo mostra que as verbas destinadas para anúncios em redes sociais têm ganhado cada vez mais representatividade no total destinado para o marketing digital. Este ano, as redes sociais devem atrair 8,8% de todas as receitas com anúncios online no mundo e 6,9% nos Estados Unidos. Em 2013, as receitas com anúncios em redes sociais devem representar 11,7% de todos os gastos com publicidade on-line nos EUA e 9,4% em todo o mundo.

Fonte:http://ht.ly/6Q05D

por:
Compartilhar no Facebook
Twittar
Enviar por e-mail
0
24
set

KM Brasil 2011 mostra como tirar proveito das redes e das mídias sociais

24 de setembro de 2011

Assunto do momento, citado até por Dilma Rousseff na ONU, o tema mídias e redes sociais integra a programação de debates do 10º Congresso Brasileiro de Gestão do Conhecimento (KM Brasil 2011). O evento, realizado pela  Sociedade Brasileira de Gestão do Conhecimento (SBGC), acontece nos dias 5, 6 e 7 de outubro, na cidade de São Paulo (SP). As inscrições ainda estão abertas, mas as vagas são limitadas.

A presidente Dilma Rousseff em discurso na ONU.

Durante sua visita à ONU, a presidente Dilma Rousseff defendeu a importância do acesso à Internet e das plataformas de relacionamento para redes sociais, como forma de tornar as informações governamentais mais acessíveis e contar com a interação dos cidadãos para a construção coletiva de soluções. Nesse aspecto, as mídias sociais passam a ganhar atenção especial, por serem os canais mais rápidos pelos quais circulam as informações.

O avanço tecnológico vem impulsionando, cada vez mais, o compartilhamento de informações e gerando oportunidades para a gestão do conhecimento, principalmente com o uso da Internet, groupware, intranet, chats e, mais recentemente pelas redes sociais, via plataformas de relacionamento corporativas, nas quais os profissionais compartilham, solicitam, respondem gerando fluxo de conhecimento.

O tema é tão importante que será discutido por especialistas durante o 10º Congresso Brasileiro de Gestão do Conhecimento (KM Brasil 2011), que acontece em São Paulo no início do mês de outubro. “Muitas pessoas confundem mídias sociais com redes sociais, quando na verdade, as mídias são os veículos que fazem a informação circular e as redes são as conexões formadas entre as pessoas”, esclarece Luciano Palma, um dos palestrantes do painel “PKM – Personal Knowledge Management” ou, em português, Gestão Pessoal do Conhecimento. Já o conhecimento, segundo ele, se traduz pelas informações processadas pelos participantes dessas redes. O PKM é a forma como o indivíduo absorve como produz e compartilha o conhecimento.

Já para Mario Costa, da IBM, que participa do painel “Rede Social e Gestão do Conhecimento”, o usuário deve ter consciência que tudo que ele põe na rede se torna público. De acordo com o especialista em privacidade e segurança da informação “as pessoas são o elo fraco da segurança nas redes. É necessário separar o trabalho da vida pessoal e manter a confidencialidade dos dados da empresa”, adverte. Costa diz ainda que quem quiser manter privacidade não deve entrar na Internet, pois, segundo ele “dá para rastrear tudo, principalmente, nas redes sociais abertas”. Costa acredita que a TI deve definir a maneira universalmente correta de usar as informações. Para ele, no trabalho e na vida, fazer parte de uma rede social requer estratégia, cuidado e atenção.

O assunto é polêmico, porém, as redes sociais digitais vieram para ficar, por isso encerra o KM Brasil 2011, o guru das estratégias de mídias sociais: Bob Boiko. O autor de “A Bíblia do Gerenciamento de Conteúdo” ministra a palestra “Estratégia Informacional e Mídias Sociais” para os participantes do congresso promovido pela SBGC.

Há muitos anos, Bob Boiko se dedica ao gerenciamento de conteúdo. Para ele, o importante é saber o que se quer alcançar com a informação. “Se você olhar atentamente para as mídias sociais, verificará que a essência não reside no ‘social’ nem no tipo de mídia”, relata. “A verdadeira inovação é que agora as pessoas têm mais facilidade atuar como consumidores ou como produtores de informação”, explica. Ele recomenda: “Aprenda quando você deve usar a mídia social, para quem e como”.

Estes e outros assuntos fazem parte da programação KM Brasil 2011, que acontece na AMCHAM, em São Paulo na primeira semana de outubro. O evento é formado pelo 10° Congresso Brasileiro de Gestão do Conhecimento; pela Galeria de Práticas, área onde as empresas poderão expor as melhores práticas de Gestão do Conhecimento; e pela 1ª Feira de GC, Inovação e Tecnologia, para exposição e lançamento de produtos, serviços e negócios.

Fonte:http://www.inteligemcia.com.br/47900/2011/09/22/km-brasil-2011-mostra-como-tirar-proveito-das-redes-e-das-midias-sociais/

por:
Compartilhar no Facebook
Twittar
Enviar por e-mail
0
06
set

Facebook ultapassa Orkut no Brasil

06 de setembro de 2011

Um longo reinado chegou ao fim: o Orkut, até então a rede social mais popular no Brasil, acaba de perder o trono para o Facebook em número de usuários em território nacional. Conforme a revista Isto É Dinheiro, que cita números ainda não divulgados pelo Ibope Nielsen Online, a rede de Zuckerberg fechou o mês de agosto com 30 milhões de usuários brasileiros.Com isso, o Facebook conquista a liderança em um dos poucos países nos quais ainda era coadjuvante, e ganha mais números para consolidar seu status de maior rede social do mundo. Hoje com 750 milhões de usuários, a rede, no Brasil, contabilizava apenas pouco mais de quatro milhões de perfis há dois anos, enquanto o Orkut reinava com 27 milhões de pessoas.

Para o Orkut, é o fim de um reinado de mais de sete anos, enquanto era utilizado por cerca de 70% dos brasileiros com conexão à Internet. Nos últimos tempos, a rede incorporou algumas ferramentas semelhantes às do site rival, como o botão “Gostou” e a possibilidade de inserir fotos maiores no avatar.

Fonte:http://www.technologico.com.br/09/2011/facebook-ja-ultapassa-orkut-no-brasil/

por:
Compartilhar no Facebook
Twittar
Enviar por e-mail
0
Shop online with https://rxstock.org ""` online pharmacy viagra is suitable for you. Mail order online pharmacy stock a range of health product. Medicine will be delivered to Canadian pharmacy !.*] purchase viagra safest way to get! Buy prescription drugs online on the Canadian pharmacies <|~ Canadian drugs here we have posted the price, in which you can find all drugs available in.